Doces lembranças

Lembro com carinho de seus cuidados para comigo ainda criança. Lembro das broncas, das instruções, do sorriso, do bolinho de chuva, dos desenhos animados que assistia quando chegava da escola. Ah! Chorei no meu primeiro dia de aula. Medo de sua ausência. Mas ela me havia garantido que estaria lá… E estava! Na saída da escola abri um grande sorriso  quando vi minha mãe me esperando e corri para o abraço! Lembro das artes que aprontava junto com meu irmão. E de sua correção. Lembro dos remédios que ela fazia. Do chazinho milagroso e gostoso que ia me fazer muito bem. E fazia! Lembro das noites que passei acordada porque sentia alguma dor que me incomodava, e claro, lá estava ela, ali ao meu lado, orando por mim até que eu dormisse! De verdade a gente só aprende o que é ser mãe quando se é mãe! Hoje ao lado das minhas filhas me pego em algumas situações lembrando da minha infância. Hoje entendo o excesso de zelo e cuidado o tempo todo. Aliás, o tempo não pára, mas há um tesouro guardado no meu coração, e esse mesmo tesouro quero deixar para minhas filhas. Ele se chama lembranças…. ou melhor “boas lembranças”! O amor de mãe é incondicional! Assim como o grande amor de Deus por nós! Eu as amo assim como sei que minha querida mãe me ama. Esse amor também caminha junto conosco até a eternidade. Mãe obrigada por tudo que me ensinou,obrigada por me amar sempre independente da situação. Filhas obrigada por me amarem e serem especiais, vocês me fazem feliz e a cada dia que passa descubro que posso ser ainda melhor, vocês me ensinam. Ao meu querido marido Marcelo, obrigada por me dar o melhor presente que eu poderia ganhar: minhas filhas! DEUS obrigada pela dádiva de gerar que me concedeu! Isso é formidável! Me capacite para continuar a jornada ao lado delas por muito tempo.  Um beijo carinhoso em todas as mães que nos inspiram e nos encorajam sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *